Super Turismo RS: Aldee Tubarão vence em Tarumã e campeões são definidos

Uma sequência de imprevistos com os favoritos da classe GT, que acabou premiando a excelente prova de um carro da categoria TS. Assim foi a etapa final do Campeonato Gaúcho de Super Turismo, realizada no último sábado no Autódromo Internacional de Tarumã.

O fim de semana começou com quebra de recorde: a dupla do Linea #199, os irmãos Marcelo e Rodrigo Lemke, vindo de uma vitória nas 6 Horas de Guaporé, estabeleceram a pole position com recorde da categoria na pista, 1:07.102.

Na corrida, dispararam na frente nos minutos iniciais, porém, ainda no primeiro stint, uma quebra de prisioneiros da roda dianteira esquerda tirou as chances de disputar a vitória. Já o Aldee MB #118 de Niko e Bidu Kreuz foi consumido pelas chamas na curva 2, e o Audi RS3 de Junior Victorette e Rafael Iserhard teve um acidente na curva do Laço.

Assim, o Aldee Tubarão #5 de Tiel Andrade/Franco Pasquale, recuperado após acidente nas 6 Horas de Guaporé, que já havia estabelecido o recorde da categoria TS na tomada de tempo (com 1:08.303, largando em 3º) rumou para a vitória, a primeira da dupla na Super Turismo, seguidos de outro Aldee da TS, o #18 de Silvano Brock, sendo o GT melhor colocado o Linea #31 de Salton/Biancini, em 3º.

“Fazia tempo que eu não ganhava na geral, de dupla com o Tiel, o carro estava perfeito desde o início, não tivemos problemas e fizemos uma tocada incrível”, declarou Franco Pasquale. “Sabíamos que o carro era rápido em Tarumã, pois não precisa usar tanto motor, trabalhamos bastante para isso e não tivemos problemas relevantes do início ao fim”, comemorou Tiel.

Os vencedores da etapa nas demais categorias foram: T1: Ávila/Alessandro e Gabriel Grandra (Corsa #44); T2: Márcio/Thiago Martins (Gol #53); TR: Menegaro/Ogino (Voyage #717); TL: Maicon Roncen (Corsa #197).

Telmo Júnior, organizador da categoria, falou sobre a prova e a temporada: “Foi um “provão”, com muitas surpresas e com o campeonato sendo decidido apenas na final em quase todas as categorias. A prova foi vencida por um carro da categoria que não é a de regulamento técnico mais liberado, e os demais carros de turismo vinham numa disputa sensacional, e entre estas categorias venceu um carro com pneus de rua, o que mostra o equilíbrio do regulamento, o que indica que não deveremos ter alterações no regulamento para o ano que vem”, declarou.

Os campeões da temporada foram os seguintes:

GT: Arthur Caleffi (Maserati #80)

TS: Caleffi/Poeta/Toso (Mercedes CLA 45 #81)

T1: Alessandro Gandra/Pedro Ávila (Corsa #44)

T2: Márcio/Thiago Martins (Gol #53)

TR: Fábio Menegaro/Togacy Ogino (Voyage #717)

TL: Alexandre Hoerlle/Mauro Weck/Leonardo Tagliari (Onix #56)

O Campeonato Gaúcho de Super Turismo tem o patrocínio de Yokohama, Abro Lubrificantes/Leus Distribuidora, Ghola Camisas, Pedro Pneus, Plus Veículos, Auto Racing Shocks/Toni Brasil e Cristal Seguros.

LF Assessoria

Fotos: Grégori Dai Prá

Compartilhe já:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *