GT Sprint Race: Lastro de sucesso é mais um desafio aos líderes

O Autódromo Velocitta, em Mogi Guaçu, distante 170 quilômetros de São Paulo, será palco da segunda etapa da GT Sprint Race e as duas corridas marcadas para o sábado, dia 29 de agosto, vão gerar uma enorme expectativa, pois o ‘lastro’ (peso extra) aos líderes, inserido no regulamento da competição desde a sua fundação em 2012, permanecerá em todas as etapas da temporada e seguem na seguinte proporção: 30 kg ao primeiro colocado, 25 kg ao segundo e 20 kg ao terceiro de ambos os campeonatos, PRO, PROAM e AM.

O peso é um fator importantíssimo no automobilismo, pois está diretamente relacionado ao tempo necessário para completar uma volta. Quanto menor for o peso do veículo, mais rápido ele será. O peso total dos novos carros da GT é de 1000 kg.

Rodrigo Sperafico que divide o carro com o irmão Ricardo Sperafico (GT SR#23), diz que a dupla está ansiosa para voltar às atividades na próxima semana. Os paranaenses são líderes na PRO com um terceiro e uma vitória, computam 41 pontos na tabela de classificação.

“Estamos curiosos para ver o que vai acontecer, agora, carregando os 30 kg, se vai perder muito o rendimento e aumentar a dificuldade para manter o resultado em uma pista bem bacana, mas bem travada. Mas, com certeza, queremos sentir a mesma sensação que sentimos em Cascavel”, declara o paranaense Rodrigo.

Para Ricardo, a expectativa é manter a regularidade no campeonato. “Correndo de dupla vamos procurar uma média nas duas corridas, sabemos que podemos perder um pouco de velocidade, mas a dedicação será trabalhar para uma boa pontuação, terminar as disputas sempre bem independentes do lastro que carregamos”, completa.

Josimar Junior líder da PROAM com 45 pontos, com uma vitória e um segundo lugar. “A vontade é muito grande de voltar a acelerar, teremos o lastro de 30 kg a mais, mas creio que dá pra superar com muita dedicação nos treinos e sabedoria na hora das corridas”, afirma o piloto que comanda o GT SR#30.

Os competidores paulistas Eduardo Menossi e Marcelo Brisac (GT SR #85) somam 41 pontos na AM. “O lastro será uma novidade para nós, nunca estivemos na liderança do campeonato antes, de modo que não sabemos dizer o quanto vai prejudicar, mesmo assim acredito que possamos fazer um bom trabalho”, garante Marcelo Brisac terceiro colocado no pódio da primeira corrida na categoria.

Para Menossi, vencedor da segunda corrida da primeira etapa, o sistema de ‘Lastro de Sucesso’ vai trazer ainda mais emoção ao torneio. “Tivemos um ótimo começo de campeonato e, justamente por isso, sabemos que daqui para frente só irá ficar mais difícil”, menciona o piloto. “O lastro por um lado é ruim, porque o circuito tem características com muitas subidas, mas por outro lado é isso que todo piloto que é competitivo quer, que é de andar na frente, assim será um desafio bem interessante”, enfatiza.

“Estou confiante e acho que será um final de semana sensacional. O bom de você andar bem te traz uma alta confiança, isso que te impulsiona ao pódio nesse esporte. Quero ver se eu afastei os fantasmas do Velocitta e espero fazer uma bela corrida!”, conclui Eduardo Menossi.

As duas corridas da segunda etapa terão transmissões ao vivo com imagens geradas pela MasterTV no Youtube.com/acelerados, no BandSports e no canal da Sprint Race no YouTube (youtube.com/GTSprintRace), além de uma ampla cobertura dos bastidores pelas plataformas digitais da competição. Também serão exibidas para todo Brasil durante a semana, no programa Auto + da RedeTV!, no Programa Acelerados no SBT e YouTube (youtube.com/acelerados) e no Programa Velocidade Máxima no National Sports Channel.

A GT Sprint Race é patrocinada pela Tekbond, Yokohama, Militec1, Sparco, TecPads, Injepro e Fremax.

Fonte: SIG Comunicação

Foto: Luciano Santos

Compartilhe já:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *